05 maio, 2008

Violência S.A......

Acabei de assistir na Cultura o documentário "Violência S.A", escrito e dirigido por Eduardo Benaim, Jorge Saad Jafet e Newton Cannito.
Para quem tem síndrome de pânico, é adrenalina pura. (Eu passei mal, de verdade).
Citando sutilmente Hitchcock, e passando por um arquiteto que projeta "quartos do pânico", que inclusive participou de diversas Casa/Cor, te deixa com muito nojo.
E quando você está quase vomitando mesmo (caso seja mais resistente e aguente assistir tudo), o documentário termina com o depoimento de um médico que mora na rocinha. Que faz valer a pena ter assistido até o final. Que reconforta e tira o peso forte do documentário.
Para quem segue o caminho do bem, é claro.

"Aos poucos e com sutileza o filme revela ao público o funcionamento do ciclo de violência brasileiro, fenômeno reconhecido por pesquisadores do tema, estudados e pré-entrevistados durante o processo de elaboração do roteiro e produção do filme. Atos de violência, reproduzidos pela mídia, propagam uma cultura de medo que serve de justificativa para o apartheid social. Esse apartheid, por sua vez, se materializa no consumo de produtos do mercado de segurança privada, aumentando ainda mais a segregação e a violência. É uma lógica perversa: cada carro blindado adquirido, cada produto de segurança consumido ajuda a realimentar o ciclo da violência brasileira. Vem dessa contradição o efeito que o filme desperta no público. "
(ler texto na íntegra)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!